terça-feira, março 12, 2019

Sobre Nós

O Jornalismo Periférico propõe um formato mais atual de fazer jornalismo, procura uma forma menos doutrinaria na produção de matérias. Só podemos fazer isso, um novo jornalismo, se expandirmos nossas visões, ou seja, olharmos nas periferias, tanto sociais, psicológicas e, sobretudo, jornalísticas.

Esse projeto propõe um olhar mais humanitário ao mundo e tem como a principal base a reprodução de histórias. Histórias que não são contadas, mas são necessárias, para introduzir uma reflexão baseada nas periferias da vida, que, em nossa opinião, é a base de todo o resto.

Servimos como produtores e disseminadores de reportagens, matérias, perfis e histórias que acreditamos ser relevantes para a construção de uma sociedade que possa olhar a sua volta com mais sensibilidade à realidade.

Nossa missão principal é inspirar pessoas para que seja possível construir um mundo melhor através, principalmente, da amplificação dos discursos das bases da sociedade, as periferias.

Jornalismo

Atividade profissional que visa coletar, investigar, analisar e transmitir periodicamente ao grande público, ou a segmentos dele, informações da atualidade, utilizando veículos de comunicação (jornal, revista, rádio, televisão etc.) para difundi-las.

Periférico

1. Relativo a periferia.
2. Que esta mais distante ou afastado do corpo.
3. Dispositivo ou conjunto de dispositivos que não integra a unidade central de processamento.

Quem Faz

Bruno Amaral

Repórter graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina. Idealizador do Jornalismo Periférico.

 

Gabrieli Chanthe

Humanista com tendência à fotografia e histórias (quase) impossíveis. Estudante de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina e parceira no Jornalismo Periférico. 

Vídeos